Clubes e projetos

As atividades extracurriculares desempenham um papel importante na aprendizagem e no crescimento global dos alunos enquanto cidadãos. Por esse motivo, o Agrupamento disponibiliza um leque variado de atividades, sob a forma de clubes e projetos, divididas em dois grupos: iniciativas/ ofertas exclusivas e parcerias com entidades no exterior.

ESCOL(H)A – Direitos Humanos

A EDUCAÇÃO PARA OS DIREITOS HUMANOS é a expressão de um compromisso para com os direitos consagrados na Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948), nas Convenções das Nações Unidas e nas constituições dos vários países.

 

Torna pública a aceitação de uma responsabilidade em respeitar, proteger e promover os direitos de todos os povos do mundo num enfoque multicultural e histórico.

 

A intervenção periódica da Secção de Defesa dos Direitos Humanos da Universidade de Coimbra promove os princípios democráticos num debate argumentativo e reflexivo que nos une como “Uma Família Aberta”.

 

Nestas intervenções a turma de 12.º B convida outras turmas da área de Humanidades para uma consciencialização alargada e colectiva no palco da escola, que entronca diferentes etnias. Neste sentido, abraçamos o intercâmbio cultural com a Escola Dona Joaquina & Sumbe, de Viana-Luanda, que nos visitará a partir de 23 de março de 2019. Este intercâmbio tem o aplauso da Câmara Municipal de Ílhavo que orientará as visitas dos alunos angolanos e seus Professores pelo Concelho de Ílhavo. Nesta linha de pensamento, teremos a intervenção do Mentor da AMI, Dr. Fernando Nobre, em 23 de abril.

 

Assim sendo, promovemos a construção de alunos fraternos, democráticos, com respeito às diferenças e com capacidades de comunicação num pensamento crítico e transparente que alicerça a dignidade humana e a justiça universal.

Ílhavo a ler +

O projeto Ílhavo a ler + é uma iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Ílhavo com o Plano Nacional de Leitura (PNL) que se destina a apoiar escolas que pretendam desenvolver um ambiente integral de leitura, centrado na melhoria da compreensão e no prazer de ler.

Com o objetivo de promover a leitura, assumindo-a como um importante fator de desenvolvimento individual, este concurso pretende intensificar o contacto das crianças, adolescentes e jovens com o livro e a leitura, explorando obras sugeridas pelo Plano Nacional de Leitura (PNL) e não só.

Todos os anos são realizadas várias eliminatórias até se chegar à fase final, que tem lugar na Biblioteca Municipal de Ílhavo, onde os alunos selecionados por categoria em cada escola do concelho têm oportunidade de partilhar os seus conhecimentos sobre as leituras efetuadas no âmbito do concurso.

O Agrupamento desenvolve este concurso desde o ano letivo de 2010/ 2011.

Página oficial

 

Newton gostava de ler

 

"Newton gostava de ler" é um projeto iniciado em 2010 que resulta de uma parceria com a Fábrica Centro de Ciência Viva e a Universidade de Aveiro. Pretende aliar a experimentação científica à promoção da leitura.

Há três anos que vem sendo implementado no Agrupamento.

Página oficial

 

Para viajar basta ler - interrail pela leitura

Este projeto da Biblioteca Escolar começou a ser desenvolvido no ano letivo de 2010/ 2011 com o objetivo de promover o gosto pelos livros e pela leitura de uma forma transversal no currículo, mas simultaneamente prazerosa.

A ideia baseou-se no famoso passe de InterRail que possibilita aos jovens viagens e experiências únicas por diferentes países. De um modo semelhante, aspira-se com este projeto levar os nossos alunos à descoberta de múltiplas viagens utilizando como meio de transporte privilegiado... os livros.

Assim, quinzenalmente, em todas as turmas do Agrupamento, desde o 2º Ciclo do Ensino Básico ao Ensino Secundário, um professor da turma fica responsável por ler um excerto ou a totalidade de um livro aos seus alunos como forma de os motivar para a leitura. Pretende-se que a leitura seja o mais abrangente possível, isto é, não apenas Literatura, mas também outras áreas, como Ciência, Arte, Matemática, etc.

Desejamos que os nossos alunos se aventurem nestas viagens, passando pelos diferentes países e descobrindo o mundo fascinante que só as leituras lhes podem proporcionar.

SeguraNet

Projeto da Direção-Geral da Educação que faz parte integrante do consórcio público-privado Internet Segura, em parceria com Fundação para a Ciência e Tecnologia, com o Instituto Português do Desporto e Juventude, com a Microsoft Portugal e a Fundação Portugal Telecom. Enquadra-se no programa Mecanismo Interligar a Europa, da Comissão Europeia.

Desde 2004 que o SeguraNet é o centro de sensibilização para as questões da segurança da Internet nas comunidades educativas portuguesas. Faz parte da rede de Centros Internet Segura europeia - a rede Insafe - que é constituída por cerca de 33 países. A sua linha de atuação passa pela formação de professores e de colaboradores de outras entidades, pela dinamização de sessões de sensibilização nas escolas, pela disponibilização informação e recursos em múltiplos formatos para cada um dos seus públicos e pela dinamização de diversas iniciativas dirigidas à comunidade educativa.

Desde o seu início, no ano letivo 2015/ 2016, que o Agrupamento de Escolas de Ílhavo dinamiza este projeto, desenvolvendo a iniciativa Líderes Digitais. Esta iniciativa visa a promoção de comportamentos de utilização segura e responsável da Internet, dos dispositivos móveis e de literacia para os Media. Os alunos Líderes Digitais têm dinamizado atividades de sensibilização dirigidas aos seus colegas e a outros membros da Comunidade Educativa.

No âmbito desta iniciativa, no ano letivo 2017/ 2018, registou-se a participação em diversos eventos:

- 2 sessões de esclarecimento dinamizadas pelos Lideres Digitais nas turmas do 6.º ano em pareceria com João Pedro Martins;

- 8 sessões de esclarecimento dinamizadas pelos Lideres Digitais nas turmas do 7.º e 8. ºano;

- 2 sessões dinamizadas pelos Lideres Digitais com duas turmas para alunos, pais e professores de cada uma das turmas;

- 1 sessão dinamizada pelos Lideres Digitais destinada aos diretores de turma do 2.º e 3.º ciclos;

- sessão de esclarecimento aberta à comunidade, dinamizado pelos Líderes Digitais em pareceria Professor Pedro Veiga e Maria José Loureiro;

- participação numa sessão sobre “Competências em Cibersegurança”, no âmbito do “Dia Nacional da Cibersegurança” no CNCS;

- presença num dos espaços expositivos na 1.ª Conferência - Fórum Permanente para as Competências Digitais INCoDe.2030;

- participação no painel Líderes digitais: “Um olhar jovem sobre as notícias falsas”, integrado no 3.º FILM – Fórum Informal sobre Literacia para os Media dinamizado Grupo de Trabalho Informal de Literacia Mediática;

- participação na conferência anual C-Days 2018 num painel sob o formato de debate com o tema “Ethics...odd word applied to cyber why and where should we fit it".

Também o concurso Desafios SeguraNet, integrado no mesmo programa e que contempla já onze edições, tem sido uma das apostas fortes do Agrupamento.no âmbito de diversas temáticas da cidadania digital. Envolve equipas de alunos e encarregados de educação de turmas do 2.º e do 3.º ciclo e mobiliza, a nível nacional, uma média 30 000 participantes por cada edição

No ano lertivo de 2016/ 2017 o Agrupamento foi um dos vencedores, ao arrecadar 4530 pontos,

No ano letivo de 2017/ 2018 as duas escolas do nosso Agrupamento participantes neste concurso foram vencedoras:

 - Na Escola Básica, com 34 equipas de alunos (9 do 2.º ciclo e 25 do 3.º ciclo) e 6 equipas de Encarregados de Educação (5.º B, 6.º A, 6. º B, 6.º D, 6.º E, 7.º F), obtivemos um total de 7166 pontos;

 - Na Escola Secundária, com 42 equipas de alunos do 3.º ciclo e 1 equipa de Encarregados de Educação (8.º A), obtivemos um total de 8412 pontos.

 Página oficial

 

 

 

 

Mais artigos...

  1. Teatro MarAlegre